Español Português
Quem é o 
COLECTIVO COMPANHÍAS TEATRAIS IBÉRICAS?
Somos uma equipa de profissionais, oriundos de diferentes Companhías de Teatro e de diferentes lugares de Espanha e Portugal. Queremos enfatizar este facto, porque temos consciência das heranças culturais comuns que nos aproximam. Estamos unidos por amor ao Teatro e pela consciência da sua importância como importante ferramenta de comunicação e crescimento para o ser humano. Todos os que fazem parte desta equipa experimentaram o “Teatro da Autenticidade” sob o ponto de vista da pedagogia e da encenação. Sentimos necessidade de o promover e colaborar na sua difusão e desenvolvimento!
¿Quem e quem?...
Procura-me no ﷯ Facebook como pepadiazmecotrayectoria
Procura-me no ﷯ Facebook como carlostntpereira Procura-me no ﷯ Facebook como jose.m.graca
...E as Companhias!
  • ACHO-TE GRAÇA

    Acho-te Graça, nasceu por volta de 2011, em Lisboa. É uma Companhia/ Associação composta actualmente, pelo André Janicas, o Vladimiro Cruz, o José Graça e o Carlos Pereira. Foi criada fundamentalmente, para apresentar projectos na

    área das Artes Cénicas e trabalhos Teatrais. Os mais relevantes foram “Guarda-Sopros”(2011), “A Vida da Morte”(2014) e “Victor &(and) Viktor”(2020), estes dois útimos desenvolvidos com Pepa Diaz-Meco.

    Buscame en ﷯ Facebook como achote.graca
  • LUNÁTIKA ATARAZANA

    É uma companhia de Teatro andaluza que nasce em Sevilha, no ano de 2002, com a clara intenção de juntar as inquietudes de um grupo heterogéneo de criadores, músicos, actores e actrizes. Baseia o seu trabalho num trabalho de investigação no campo das Artes Cénicas.

    As suas propostas levam a cena criações próprias, que nascem de um trabalho pessoal e da improvisação dos actores e das actrizes. Com Pepa Diaz-Meco, trabalharam três espectáculos: “Éramos Felices”(2006), “Potaje”(2008) e “Tosantos”(2017).

 ExpresaMundo “ExpresaMundo”, é a associação e a estructura administrativa que suporta o nosso Colectivo. Nasceu em Janeiro de 2009, com o objectivo de reivindicar a criação e a expressão como duas das qualidades mais importantes com que o ser humano conta. E, que lhe permitem desenvolver-se individualmente, comunicar e criar laços entre pessoas e povos. É uma Associação sem fins lucrativos com carácter cultural, artístico, educativo e social. Desenvolveu até agora uma série de projectos relacionados com os seus objectivos. Em 2020 experimentou uma remodelação com novos membros, as Companhias Teatrais “Acho-te Graça”(Lisboa) e “Lunátika Atarazana” (Sevilha), que dão um novo impulso aos sucessivos projectos.
TEATRO DA AUTENTICIDADE

Pepa Díaz-Meco, criadora da metodologia “O Teatro da Autenticidade”:

 

A minha infância foi o meu grande tesouro. Marcou-me de tal forma, que nunca quis abandonar esse universo. Por isso me dedico ao teatro.

Não me interessa o teatro da forma, o formulismo, o teatro onde o actor tem que maquilhar a sua alma, em prol do personagem ou do “brilho pelo brilho...” Tão antigo, tão vazio, tão distante do espectador.

A viagem à história pessoal é algo fabuloso. O aprofundar na alma humana e ir descobrindo nas suas “voltas e reviravoltas" o que nos faz tão confusos e tão vulneráveis, apaixona-me.

Por isso é que me interessa o teatro onde o actor é o protagonista absoluto da acção e do conflicto dramático. A investigação na história pessoal, e assim construir uma história teatral.

Assim, fui amassando e cozendo artesanalmente um método

próprio de trabalho que bebeu de todos os meus conhecimentos teóricos, experiências vitais e profissionais,  de lugares diferentes.

Os mestres com quem trabalhei, ensinaram-me a olhar os diferentes prismas da Arte Dramática e sobretudo a conhecer as diferentes côres que habito. Como, Friedhelm Grube, Juan Carlos Sánchez, Philippe Gaulier, Mamadou Dioumé, Monika Pagneaux, Marcello Magni, Jos Huben, entre outros. Da formação em Psicoterapia Gestalt, com Mario Fernández Alameda e em Medicina Chinesa, com Juan Gil. Fui descobrindo um modo de fazer, mas e sobretudo, de experimentar o Teatro. Aprendi a descartar o que não me fazia crescer e o que não sentia que fosse “autêntico”.

Através da experiência com o “Teatro da Autenticidade”, o filtro do actor como tal, cai. O compromisso com a história, desde a pessoa que é o actor, é absoluta. Desde a descoberta da alma da pessoa em cena, a relação que se cria com o público é de uma energia indescritível. A comunicação atinje um grau  elevado, já que se rompem as fronteiras entre o espectador e o actor... De aí surge a verdadeira catarse. Assim, se fecha o círculo entre a infância e o adulto. Não há nada mais autêntico do que uma criança entregue ao jogo/brincadeira, sejas o actor ou o espectador. Deste modo concebo o Teatro.».

Pepa Díaz-Meco
PROJECTOS TEATRAIS

Bufões clássicos clássicos

Festival itenerante "Teatro da Autenticidade"

 O BLOG

Para nos mantermos a par de cada novidade, detalhes, segredos
e muito mais.

 

blogteatraliberico.blogspot.com

Visita o nosso canal no Youtube!
Informação de contactos
Colectivo Companhias Teatrais Ibéricas
Endereço: Plaza del Ayuntamiento, 7. 
13420 Malagón (Ciudad Real, España) Teléfones: 0034 656 64 17 00 (España) Pepa Díaz-Meco 0034665 26 21 17 (España) Beli Cáceres 00351 960 38 86 58 (Portugal) José Graça Email:
ccticontacto@gmail.com

QUEM
somos

Teatro da
AUTENTICIDADE

ProJectos TEATRAIS

Acesso ao
BLOG

Televisão
BUFONES

Informação de
CONTACTOS

ProJectos
SOCIAIS

Todos os direitos reservados  • Copyright 2021  |  Colectivo Companhias Teatrais Ibéricas